Serra Catarinense. Quinta-feira, 25 de Maio de 2017
Anuário Lages em Desenvolvimento 2015 | 2016
Instituto José Paschoal Baggio
Anuncie Essencial Correio Lageano
EM CARTAZ
ÁREA DO ASSINANTE

Área de acesso restrito aos assinantes do Jornal Correio Lageano:



Esqueci minha senha

Central do Assinante Correio Lageano (49) 3251-8200
Correio Lageano

Redação: 49 3221 3344
redacao@correiolageano.com.br

Comercial: 49 3221 3322
comercial@correiolageano.com.br

Correio Lageano - Diversos formatos para anunciar

:: 19/05/2017 | Cultura

Papa Francisco terá documentário dirigido pelo cineasta Wim Wenders

Papa Francisco terá documentário dirigido pelo cineasta Wim Wenders

Texto:

Brasília, 19/05/2017, Agência Brasil

 

O renomado cineasta alemão Wim Wenders dirigirá o primeiro documentário que terá como protagonista o papa Francisco. Intitulado Pope Francis. a man of his word (Papa Francisco, um homem de palavra), a película falará de imigração, justiça social, meio ambiente e consumismo. A informação é da EFE.

 

De acordo com a agência de notícias Serviço de Informação Religiosa (SIR), vinculada à Conferência Episcopal Italiana, o projeto conta com a autorização da Secretaria de Comunicação da Santa Sé. No documentário, Francisco, o 266º papa da Igreja Católica, falará em primeira pessoa e diretamente com o espectador para abordar diversos temas em tom de espontaneidade.

 

A ideia é transmitir ao público uma mensagem universal "sem distinção de fé ou cultura", afirma Wenders, mesmo diretor de O Sal da Terra (2014), sobre o fotógrafo Sebastião Salgado e o renomado Paris, Texas, com a atriz Natassia Kinski. Pope Francis. A man of his word será distribuído internacionalmente pelo grupo NBC Universal.

 

Foto: Nuno Veiga/Pool/Agência Lusa/Divulgação

    • Papa Francisco terá documentário dirigido pelo cineasta Wim Wenders
    Assine o CL Online

    Comentários

    Para comentar esta notícia entre com seu e-mail e senha de assinante. Caso não seja assinante, clique aqui. | Esqueci minha senha >>

    • (*) Campos obrigatórios.

    Últimos Comentários