Serra Catarinense. Quarta-feira, 28 de Junho de 2017
Anuncie Classificados Correio Lageano
Instituto José Paschoal Baggio
Anuncie Essencial Correio Lageano
EM CARTAZ
ÁREA DO ASSINANTE

Área de acesso restrito aos assinantes do Jornal Correio Lageano:



Esqueci minha senha

Central do Assinante Correio Lageano (49) 3251-8200
Correio Lageano

Redação: 49 3221 3344
redacao@correiolageano.com.br

Comercial: 49 3221 3322
comercial@correiolageano.com.br

Mídia Kit diversar formas de anunciar

:: 20/04/2017 | Urubici

Exército deve realizar obra em rodovia que leva ao Morro da Igreja

Exército deve realizar obra em rodovia que leva ao Morro da Igreja

Texto:

Urubici, 21, 22 e 23/04/2017, Correio Lageano, por Camila Paes


Há cerca de cinco anos, parte da via está em meia pista. Isto limita a passagem de veículos pesados em trecho turístico da Serra Catarinense

 

A situação é precária na estrada do Morro da Igreja, em Urubici. A rodovia, que leva a um dos pontos turísticos mais visitados da Serra Catarinense, está  com um trecho em meia pista há cerca de cinco anos. No ano passado, o ministro da Defesa, Raul Jungman, garantiu a recuperação da via pelo 1º Batalhão Ferroviário de Lages, com emenda parlamentar autorizada no Orçamento Anual de 2017.


A obra foi orçada em R$ 21 milhões, porém, até o momento foram aprovados R$ 15 milhões. Entretanto, não há previsão para a liberação deste recurso. O 1º Batalhão Ferroviário de Lages foi escolhido para o trabalho, pois consegue executar a obra com um preço abaixo do valor de mercado.


O Major Riva, da seção técnica do 1º Batalhão, explica que receberam um projeto informal para trabalhar no orçamento da obra e aguardam que o documento oficial seja entregue para a Aeronáutica, para que acertem as alterações no projeto. Em um primeiro momento, o orçamento para a recuperação total da via varia de R$ 24 milhões a R$ 25 milhões.


Riva ressalta que as partes que necessitam de mais atenção no trecho são as cortinas atirantadas, que servem como muro de contenção na via e são prioridade no momento em que houver início das obras.

 

Custos iniciais já tem verba aprovada

A deputada federal Carmen Zanotto (PPS), que está em contato com o Ministério da Defesa em busca da liberação do recurso, explica que o valor autorizado até o momento, é para a relização da primeira parte obra.


Ainda não há prazo para a liberação e, por isso, Carmen deve conversar, em breve, com o ministro Raul Jungmann, pedindo o descontingenciamento da verba.
“Os R$ 15 milhões estão previstos no orçamento deste ano e o resto pode estar no orçamento do próximo ano. Neste primeiro momento, se forem liberados apenas parte do recurso, usaremos para as cortinas, que é a parte mais emergencial”, ressalta a deputada.


Visitas_ Guias de turismo explicam que esta interdição traz prejuízos para os visitantes que chegam com o desejo de conhecer o local. Ônibus não são liberados para transitarem pela via, pois há riscos de acidentes. Os demais veículos, precisam agendar as visitas ao ponto turístico.

 

Quer vender? Aqui tem + Classificados. Anuncie grátis!

 

Foto: Nativos no Mundo/Reprodução

    Assine o CL Online

    Comentários

    Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha. Caso não tenha cadastro, clique aqui. | Esqueci minha senha >>

    • (*) Campos obrigatórios.

    Últimos Comentários