Serra Catarinense. Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2017
Anuncie Classificados Correio Lageano
Instituto José Paschoal Baggio
Anuncie Essencial Correio Lageano
EM CARTAZ
ÁREA DO ASSINANTE

Área de acesso restrito aos assinantes do Jornal Correio Lageano:



Esqueci minha senha

Central do Assinante Correio Lageano (49) 3251-8200
Correio Lageano

Redação: 49 3221 3344
redacao@correiolageano.com.br

Comercial: 49 3221 3322
comercial@correiolageano.com.br

Mídia Kit diversar formas de anunciar

:: 10/01/2017 | Urubici

Turismo na Serra: Urubici se destaca por suas belezas naturais

Turismo na Serra: Urubici se destaca por suas belezas naturais

Texto:

Urubici, 11/01/2017, Correio Lageano, por Vinicius Prado

 

 

Continuando a série de reportagens sobre as principais cidades para se visitar na Serra Catarinense durante as férias de verão (e também o ano todo), Urubici dá sequência ao passeio que começou em Bom Retiro, seguindo pela BR-282 e entrando na SC-430 para chegar ao município serrano.

 


Conhecida por suas cascatas, enorme variedade de pousadas e diversos pontos turísticos, a cidade com pouco mais de 11 mil habitantes está a 915 metros do nível do mar e é um dos locais mais charmosos da região serrana, por sua característica hoteleira, temperatura agradável e diversas opções de lazer. É atrativo turístico, mas também recebe praticantes de rapel.

 


Localizada no Vale do Rio Canoas, apenas 170 quilômetros separam Florianópolis de Urubici e 110 quilômetros de Lages. É conhecida como a Terra das Hortaliças, por ser o maior produtor de hortifrutigranjeiros de Santa Catarina. Além disso, se destaca pelo cultivo de maçã, com a variedade gala, considerada uma das melhores de toda a região.

 


O cultivo de erva-mate, produto básico do tradicional chimarrão, apreciado nos países do Mercosul, é destaque dos solo urubicienses. Inúmeras cascatas revelam o respeito que a população local tem por sua terra, percebido pela preservação desses locais de grande beleza.

 


Destaques_ Um dos destaques da região é o Morro da Igreja, com 1.822 metros de altitude que, segundos alguns, permite enxergar todo o Litoral Sul Catarinense. Nesse morro, chama a atenção a Pedra Furada, uma escultura natural em forma de janela, ligando formações rochosas e preservadas matas nativas. Para chegar lá, é preciso de autorização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

 


Outros atrativos turísticos são as inscrições rupestres, em direção ao Morro do Avencal, feitas por povos antigos em lugares considerados sagrados, com aproximadamente 4 mil anos. O melhor horário para visitação é no período da tarde.

 


Dentre outras opções estão, também, a Serra do Corvo Branco, a Gruta Nossa Senhora de Lourdes e a Igreja Matriz Nossa Senhora Mãe dos Homens, esta, por sua vez, chama a atenção por uma estrutura diferenciada, sendo considerada uma das maiores igrejas do Estado. O projeto de construção foi idealizado pelo padre José Alberto Gonçalves Espíndola.

 

 

Cachoeiras são opções para passar o verão em Urubici

O litoral pode ter suas belas praias, mas nada como se refrescar do calor nas cascatas de Urubici. Conhecida por duas cachoeiras desmedidas, a Cascata do Avencal e a Cascata Véu de Noiva, os turistas correm para esses pontos como primeiras visitas a se fazer na cidade. A primeira, logo após a entrada do município, é a Véu de Noiva.Localizada há 20 quilômetros do Centro.

 

Com aproximadamente 62 metros de altura, suas águas geladas descem por um paredão de basalto e é cercada pela mata nativa, formando, em sua queda, uma imagem semelhante à um véu branco, de onde vem seu nome e em sua base. Para chegar ao local, é a mesma estrada que leva ao Morro da Igreja.

 


Como se trata de uma propriedade privada, para entrar, o custo é de R$ 5 por pessoa, apenas para auxiliar na preservação do meio ambiente e da cascata. O local faz parte do Parque Nacional de São Joaquim, localidade conhecida pela neve, frio e atrativos de inverno.

 


Avencal_ Outro local muito visitado pelos turistas é a Cascata do Avencal. Com água despencando em queda-livre a mais de 100 metros de altura, é frequentada por praticantes de rapel e por muitos turistas também. O nome deriva da avenca, vegetação comum na região.


É possível chegar à cascata de carro, pela parte de cima da cachoeira e a pé pela parte de baixo, mas, neste caso, é preciso ter calçados apropriados e tomar cuidado com as pedras escorregadias, pois se trata de uma trilha em mata fechada.


A cascata fica no Morro do Avencal, próximo às inscrições rupestres, a apenas 8 quilômetros do Centro de Urubici. A entrada custa R$ 5 por pessoa.

 

 

Serviço

Cascata do Avencal

  • Com o custo de R$ 5 por pessoa para a visitação, além de apreciar a vista da queda d’água, é possível andar de pedalinho num lago próximo à cascata e descer pela tirolesa que atravessa uma parte do Avencal

 

Cascata Véu de Noiva

  • Também com custo de R$ 5 por pessoa, o local tem cabanas para dormir, restaurante e camping. O acesso é feito pela mesma estrada do Morro da Igreja.

 

 

 

Fotos:Vinicius Prado

    • Turismo na Serra: Urubici se destaca por suas belezas naturais
      Cascata do Avencal fica localizada a 8 quilômetros do Centro, no Morro de mesmo...
    • Turismo na Serra: Urubici se destaca por suas belezas naturais
    Assine o CL Online

    Comentários

    Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha. Caso não tenha cadastro, clique aqui. | Esqueci minha senha >>

    • (*) Campos obrigatórios.

    Últimos Comentários