Serra Catarinense. Sábado, 24 de Junho de 2017
Celinho Casas do Araucária
Instituto José Paschoal Baggio
Anuncie Essencial Correio Lageano
EM CARTAZ
ÁREA DO ASSINANTE

Área de acesso restrito aos assinantes do Jornal Correio Lageano:



Esqueci minha senha

Central do Assinante Correio Lageano (49) 3251-8200
Correio Lageano

Redação: 49 3221 3344
redacao@correiolageano.com.br

Comercial: 49 3221 3322
comercial@correiolageano.com.br

Correio Lageano - Diversos formatos para anunciar

:: 19/08/2014 | Serra Catarinense

Revitalização no Centro pode modificar tráfego de caminhões

Revitalização no Centro pode modificar tráfego de caminhões

Texto:

Lages, 20/08/2014, Correio Lageano, por Vinicius Prado

 

 


A revitalização do Centro de Lages irá trazer mudanças quanto às vagas de estacionamento e tráfego de caminhões. A Diretoria de Trânsito (Diretran) e a Secretaria de Planejamento implementaram modificações no projeto. Os horários e locais para os veículos de carga circularem serão alterados.

 

 


A rua Emiliano Ramos (Via Gastronômica) está em obras, e as calçadas estão ficando mais largas. Além da redução das vias, para priorizar o pedestre, ocorre também a implantação do traffic calm (dispositivo de redução de velocidade, que eleva a rua ao nível da calçada, sempre acompanhado de uma faixa de pedestre).

 

 


Estas alterações serão realizadas nas outras vias que estão incluídas no projeto de revitalização. Mas isso pode trazer novas normas de trânsito, principalmente para os caminhões que trafegam pelo Centro.

 

 


De acordo com o gerente de planejamento do Diretran, Adailton Camargo, os veículos de grande porte não terão vez. “Nós vamos controlar rigorosamente”, salienta. Alguns modelos de caminhão pesado são o truck e toco.

 

 


Segundo a arquiteta do projeto de revitalização, Maryella Campos, foi incluída apenas uma excesão para o caminhão que traz mercadorias à Havan. Entretanto, haverá um horário pré-estabelecido para o tráfego deste automóvel de carga.

 

 


A arquiteta ainda salienta que os veículos acima de 12 toneladas não poderão de forma alguma transitar pelo Centro, devido ao espaço reduzido e o peso, podendo danificar o asfalto e o dispositivo de redução de velocidade.

 

 

 

Mesmo com todas estas modificações, o gerente do Diretran diz que há a possibilidade de a rua Quintino Bocaiúva ficar disponível apenas para estes caminhões. Inclusive, um depósito poderia ser construído, mas por enquanto, são apenas estudos.

 

 

Leia mais sobre o assunto

 

 

 

Quer vender? Aqui tem + Classificados. Anuncie grátis!

 

 

 

Foto: Vinicius Prado

    Assine o CL Online

    Comentários

    Para comentar esta notícia entre com seu e-mail e senha de assinante. Caso não seja assinante, clique aqui. | Esqueci minha senha >>

    • (*) Campos obrigatórios.

    Últimos Comentários