Serra Catarinense. Domingo, 21 de Setembro de 2014
Lages Garden Shopping
EM CARTAZ
ÁREA DO ASSINANTE

Área de acesso restrito aos assinantes do Jornal Correio Lageano:



Esqueci minha senha

Central de Vendas Correio Lageano (49) 3251-8200
Correio Lageano

Redação: 49 3221 3344
redacao@correiolageano.com.br

Comercial: 49 3221 3322
comercial@correiolageano.com.br

Facebook CLMais | Correio Lageano

:: 07/03/2014 | Polícia

Juiz decreta a prisão de jovem que atropelou Nando Letti

Juiz decreta a prisão de jovem que atropelou Nando Letti

Texto:

Lages, 08 e 09/03/2014, Correio Lageano, por  Adecir Morais

 

 


O delegado da 2ª DP de Lages, José Rogério de Castro (Bada) confirma que a atropelamento de Luiz Fernando Letti, conhecido como Nando Letti, de 60 anos, foi proposital. Letti morreu na noite de quinta-feira (06), cerca de 15 horas depois de ser atingido. O suspeito do crime foi preso nesta sexta-feira (07) à tarde.

 

 


Ainda pela manhã, Bada tomou o depoimento de quatro testemunhas, que confirmaram que o atropelamento foi proposital. Além disso, imagens de câmeras de segurança do posto confirmam o crime. O suspeito do atropelamento, Júlio Octávio Burigo, o Nescau, de 23 anos, também foi ouvido e preso em seguida.

 

 


Letti foi atingido pelo veículo Peugeot, placas JPN-9999, de Joinville, no pátio do Posto Duque, na Avenida Duque de Caxias, que era dirigido por Nescau. A vítima morreu mais tarde no hospital.

 

 


Crime: Segundo o delegado, o atropelamento ocorreu após uma briga. Os envolvidos discutiram e Nescau teria dado socos em Letti. Amigos da vítima, porém, apaziguaram e controlaram a confusão. Todos os envolvidos bebiam. Depois de acalmados os ânimos, Nescau deixou o posto, mas ficou nas proximidades esperando a hora de atacar. A vítima foi atingida enquanto deixava o local, ainda no pátio do posto.

 

 

 

Crime foi praticado por motivo fútil, diz delegado

 

 

 

Após o atropelamento, Letti foi levado ao Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 22h de quinta-feira. O sepultamento ocorreu ontem  à tarde, em meio a um clima de revolta e comoção.
Bada afirma não ter dúvidas de que o crime foi premeditado.

 

 

 

O suspeito foi indiciado por homicídio doloso (com intenção) por motivo fútil, sem dar chance de defesa à vítima. Se condenado, pegará pena entre seis a 20 anos de prisão. Antes de a justiça decretar a prisão dele, o delegado disse que temia pela vida do suspeito. “A morte causou comoção e há o risco de pessoas quererem fazer justiça com as próprias mãos, o que a gente não quer”, declarou.

 

 

 

Autor recebe voz de prisão enquanto dá depoimento

 

 

No fim da tarde de sexta-feira, o juiz Geraldo Corrêa Bastos, da 1ª Vara Criminal do Fórum de Lages, determinou a prisão preventiva de Nescau, indiciado pela morte de Letti. Ele recebeu a voz de prisão enquanto prestava depoimento sobre o caso, acompanhado pelo seu advogado. Após os procedimentos policiais, foi levado ao Presídio Regional de Lages, onde ficará à disposição da Justiça.

 

 

 


Segundo Bada, ele já responde por uma tentativa de homicídio em um caso similar ao que aconteceu em Lages. É acusado de tentar atropelar a própria namorada, em setembro do ano passado, em Joinville, no Norte do Estado. O delegado disse que, em depoimento, Nescau alegou ter sido agredido pelo Letti e amigos, e que tentou “se defender, por isso jogou o carro contra a vítima”.

 

 

 

Ele era um “bon vivant”, dizem amigos

 

 

 

“Live to ride”, que em tradução literal significa “viver para montar”. Esta frase em inglês, que talvez resumia o amor que Nando Letti sentia por motocicletas, estava escrita no colete que era usado por ele nos passeios de moto e estava próximo ao caixão. O velório foi realizado na sexta à tarde, em meio à dor e revolta de familiares e amigos da vítima.

 

 

 

 

Figura conhecida em Lages e região, Nando tinha 60 anos e era apaixonado por motos. Sexta de manhã, durante os atos fúnebres, um dos momentos mais marcantes foi quando a moto dele, uma Harley-Davidson, foi levada à capela mortuária onde ocorreu o velório. Quando o veículo chegou houve comoção geral. A moto foi colocada na entrada da capela.

 

 

 

Nando era solteiro e não tinha filhos. Boêmio, gostava de festas com os amigos, de vestir roupas de couro e andar de moto. Era integrante do grupo de motociclistas conhecido como “Gralhas do Sul”, fundado em 1969. No velório, dezenas de motociclistas foram dar o último adeus ao amigo.

 

 

 

 

“A vida dele era andar de motos. Era muito querido e nunca teve encrenca com ninguém. Perdemos um amigo, boa praça. Nando era um bon vivant”, define o gerente empresarial Renato Carioni Varela, de 52 anos e amigo de infância da vítima.

 

 

 

Portaria proíbe a venda de bebidas em postos

 

 

 

Segundo informações da polícia, os envolvidos bebiam no pátio do posto, o que é proibido, conforme a portaria 002/2010 da Polícia Civil. A portaria proíbe o consumo de bebida alcoólica em lojas de conveniências instaladas em postos de combustíveis de todo o estado. Os estabelecimentos que descumprirem a norma podem ser interditados ou, em casos mais extremos, terem seu alvará de funcionamento cassado.

 

 

 

Na sexta-feira, a morte de Nando Letti repercutiu nas redes sociais. Em uma dos comentários, o amigo dele, Rafael Araldi, escreveu: “Cada risada com o inconfundível Nando que estava sempre de bem com a vida, sempre feliz e contando histórias”.

 

 

 

 

 

Relembre

 

 

 

 

Assista ao vídeo que mostra a agressão dentro do restaurante

 

 

Assista ao vídeo que teria registrado o atropelamento

 

 

 

Quer vender? Aqui tem + Classificados. Anuncie grátis!

 

 

 

Foto:Andressa  Ramos

  • Juiz decreta a prisão de jovem que atropelou Nando Letti
    Foto: Zé Rabelo/ Nando era solteiro, não tinha filhos e adorava passear de moto
  • Juiz decreta a prisão de jovem que atropelou Nando Letti
    Foto: Adecir Morais: Bada pediu ontem a prisão preventiva do suspeito do...
  • Juiz decreta a prisão de jovem que atropelou Nando Letti
    A moto de Nando foi posta na entrada da capela onde ele foi velado

Comentários

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha. Caso não tenha cadastro, clique aqui. | Esqueci minha senha >>

  • (*) Campos obrigatórios.

Últimos Comentários