Serra Catarinense. Segunda-feira, 28 de Julho de 2014
CL+
EM CARTAZ
ÁREA DO ASSINANTE

Área de acesso restrito aos assinantes do Jornal Correio Lageano:



Esqueci minha senha

Central de Vendas Correio Lageano (49) 3251-8200
Correio Lageano

Redação: 49 3221 3344
redacao@correiolageano.com.br

Comercial: 49 3221 3322
comercial@correiolageano.com.br

:: 17/08/2012 | Política

Cinco candidatos disputam a prefeitura de Joinville, maior colégio eleitoral de SC

Texto:

Santa Catarina, 17/08/2012, Agência Brasil

 

 

Em Joinville, maior colégio eleitoral de Santa Catarina, com 369,7 mil eleitores aptos a votar em outubro, cinco candidatos disputam o cargo de prefeito: Carlito Merss (PT), que disputa a reeleição, Kennedy Nunes (PSD), Leonel Camasão (PSOL), Marco Tebaldi (PSDB) e Udo Döhler (PMDB).

 

 

 

Conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de um total de 344 candidatos inscritos para a eleição ao cargo de vereador, 325 candidatos estão aptos a disputar uma das 19 cadeiras da Câmara Municipal de Joinville.

 

 

 

Com 512,3 mil habitantes, segundo o Censo Demográfico 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Joinville, localizada na região Nordeste do Estado, tem uma área de 1,1 mil quilômetros quadrados.

 

 

Cerca de 96,6% dos joinvilenses vivem em áreas urbanas. A taxa de analfabetismo entre a população com mais de 15 anos de idade relativa a 2010 é 2,3% – dez anos antes, em 2000, esse percentual era 3,4%.

 

 

 

O rendimento médio mensal é R$ 940. Aproximadamente 9,9% da população vivem com renda mensal per capita inferior a R$ 255. Joinville tem 1,9 mil domicílios ocupados em aglomerados subnormais (termo utilizado pelo IBGE para designar assentamentos irregulares como favelas).

 

 

 

A cidade tem uma frota de 281,7 mil veículos, segundo dados de 2010 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). O Produto Interno Bruto (PIB) do município foi de R$ 13,3 bilhões em 2009.

 

 

 

O setor de serviços é o que mais emprega na cidade, com 77,6 mil vagas formais em 2010, seguido de perto pela indústria, com 74,1 mil vagas. Em terceiro lugar aparece o comércio, com 43,4 mil postos, segundo dados do Ministério do Trabalho.

 

 

 

Joinville é o terceiro polo industrial da Região Sul, atrás apenas das capitais Curitiba e Porto Alegre. Entre as indústrias instaladas na cidade estão empresas metalúrgicas, têxteis, de produtos plásticos, de alimentos e de bebidas, entre outras.

 

 

 

O orçamento da prefeitura prevê para este ano uma receita total de R$ 1,8 bilhão. A despesa da Câmara Municipal prevista na lei orçamentária é de R$ 31,4 milhões.

 

 

 

Além de Joinville, outras duas cidades de Santa Catarina podem ter segundo turno nas eleições deste ano: Florianópolis e Blumenau. A segunda votação, prevista para cidades com mais de 200 mil eleitores, ocorre nos casos em que nenhum candidato alcançar 50% mais um dos votos. Em todo o país, 83 municípios já ultrapassaram esse número. Nas eleições passadas, havia 76 cidades nessa condição.

 

 

 


 

Comentários

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha. Caso não tenha cadastro, clique aqui. | Esqueci minha senha >>

  • (*) Campos obrigatórios.

Últimos Comentários