Serra Catarinense. Sexta-feira, 27 de Maio de 2016
Anuncie Classificados Correio Lageano Festa do Pinhão 2016
Instituto José Paschoal Baggio
Anuncie Essencial Correio Lageano
EM CARTAZ
ÁREA DO ASSINANTE

Área de acesso restrito aos assinantes do Jornal Correio Lageano:



Esqueci minha senha

Central do Assinante Correio Lageano (49) 3251-8200
Correio Lageano

Redação: 49 3221 3344
redacao@correiolageano.com.br

Comercial: 49 3221 3322
comercial@correiolageano.com.br

Revista Serra Catarinense Altitude & Atitude 2016

:: 17/08/2012 | Política

Cinco candidatos disputam a prefeitura de Joinville, maior colégio eleitoral de SC

Texto:

Santa Catarina, 17/08/2012, Agência Brasil

 

 

Em Joinville, maior colégio eleitoral de Santa Catarina, com 369,7 mil eleitores aptos a votar em outubro, cinco candidatos disputam o cargo de prefeito: Carlito Merss (PT), que disputa a reeleição, Kennedy Nunes (PSD), Leonel Camasão (PSOL), Marco Tebaldi (PSDB) e Udo Döhler (PMDB).

 

 

 

Conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de um total de 344 candidatos inscritos para a eleição ao cargo de vereador, 325 candidatos estão aptos a disputar uma das 19 cadeiras da Câmara Municipal de Joinville.

 

 

 

Com 512,3 mil habitantes, segundo o Censo Demográfico 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Joinville, localizada na região Nordeste do Estado, tem uma área de 1,1 mil quilômetros quadrados.

 

 

Cerca de 96,6% dos joinvilenses vivem em áreas urbanas. A taxa de analfabetismo entre a população com mais de 15 anos de idade relativa a 2010 é 2,3% – dez anos antes, em 2000, esse percentual era 3,4%.

 

 

 

O rendimento médio mensal é R$ 940. Aproximadamente 9,9% da população vivem com renda mensal per capita inferior a R$ 255. Joinville tem 1,9 mil domicílios ocupados em aglomerados subnormais (termo utilizado pelo IBGE para designar assentamentos irregulares como favelas).

 

 

 

A cidade tem uma frota de 281,7 mil veículos, segundo dados de 2010 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). O Produto Interno Bruto (PIB) do município foi de R$ 13,3 bilhões em 2009.

 

 

 

O setor de serviços é o que mais emprega na cidade, com 77,6 mil vagas formais em 2010, seguido de perto pela indústria, com 74,1 mil vagas. Em terceiro lugar aparece o comércio, com 43,4 mil postos, segundo dados do Ministério do Trabalho.

 

 

 

Joinville é o terceiro polo industrial da Região Sul, atrás apenas das capitais Curitiba e Porto Alegre. Entre as indústrias instaladas na cidade estão empresas metalúrgicas, têxteis, de produtos plásticos, de alimentos e de bebidas, entre outras.

 

 

 

O orçamento da prefeitura prevê para este ano uma receita total de R$ 1,8 bilhão. A despesa da Câmara Municipal prevista na lei orçamentária é de R$ 31,4 milhões.

 

 

 

Além de Joinville, outras duas cidades de Santa Catarina podem ter segundo turno nas eleições deste ano: Florianópolis e Blumenau. A segunda votação, prevista para cidades com mais de 200 mil eleitores, ocorre nos casos em que nenhum candidato alcançar 50% mais um dos votos. Em todo o país, 83 municípios já ultrapassaram esse número. Nas eleições passadas, havia 76 cidades nessa condição.

 

 

 


 

    Assine o CL Online

    Comentários

    Para comentar esta notícia entre com seu e-mail e senha de assinante. Caso não seja assinante, clique aqui. | Esqueci minha senha >>

    • (*) Campos obrigatórios.

    Últimos Comentários