Serra Catarinense. Terça-feira, 23 de Setembro de 2014
Lages Garden Shopping
EM CARTAZ
ÁREA DO ASSINANTE

Área de acesso restrito aos assinantes do Jornal Correio Lageano:



Esqueci minha senha

Central de Vendas Correio Lageano (49) 3251-8200
Correio Lageano

Redação: 49 3221 3344
redacao@correiolageano.com.br

Comercial: 49 3221 3322
comercial@correiolageano.com.br

Facebook CLMais | Correio Lageano

:: 13/07/2012 | Esportes

Onze potros estreiam na cancha reta do Jockey Clube de Lages

Onze potros estreiam na cancha reta do Jockey Clube de Lages

Texto:

Lages, 14 e 15/07/2012,Correio Lageano

 

 

 

Os potros inéditos dos três estados do Sul tentam iniciar carreira em Lages e levar os R$50mil

 

 



Onze potros inéditos (que nunca correram) vão alinhar na 23ª edição GP Cidade de Lages, em homenagem ao prefeito Renato Nunes de Oliveira. As provas serão no domingo e segunda-feira. Os 600 metros devem ser feitos em menos de 27 segundos na cancha reta do Jóckey Club de Lages. A dotação é de R$ 50 mil para o proprietário e um carro zero ao treinador
O presidente do Jóckey Club de Lages, Tom Costa adianta ainda que no fim de semana, a programação prevê um páreo envolvendo entre sete ou oito cavalos, mas na distância de 500 metros.

 

 


A apresentação dos potros (animais de dois anos e meio) será no sábado, às 14 horas e os arremates (apostas) acontece após o leilão. No domingo (15) após às 14h30min, os páreos de meia e meia hora animam os apostadores. A final na segunda-feira (16), às 16 horas aponta o melhor da cancha reta. O GP Cidade de Lages, terceira prova da temporada lageana reúne potros dos três estados do Sul. Três animais são de Lages.

 

 


De acordo com Tom Costa outros Grandes Prêmios estão para ser definidos até o fim do ano. “Precisamos definir as datas, mas creio que ainda ocorrerá entre dois ou três grandes eventos em Lages”, garante o presidente.

 

 


Além dos páreos, no sábado (14) a partir das 20 horas ocorre o leilão do Haras Ponta Porã de Camil Jamil Jorge, o maior criador de cavalos inglês da América Latina. Lance será oferecido em 15 vezes e os animais farão parte do GP Governador em 2013, isso significa, que no mínimo 25 animais estarão no páreo que acontece em julho.

 

 


Fantasma da desapropriação não existe mais

 

 

Em matéria publicada dia 25 de maio, no Correio Lageano, o presidente do Jóckey Club, Tom Costa, afirmava que uma “desapropriação amigável’, de parte do terreno que abriga o clube seria a saída para o pagamento das dívidas contraídas em 30 anos. Isso aconteceria porque o principal credor era a própria prefeitura. Só de IPTU a soma chegava a R$ 1,5 milhão e com o INSS, R$ 20 mil. Sem contar a expiração do CNPJ e da perda da carta-patente, Hoje, o fantasma do que chamou de “desapropriação amigável” não existe mais.

 

 


Segundo ele, as dívidas com o IPTU foram zeradas, o CNPJ foi recuperado e a carta-patente também. Ela é uma ordem que o Ministério da Agricultura concede a cada clube para que ele funcione. “Essa é a realidade” salienta Tom Costa. Ele preside a instituição pela quarta vez. O Jockey Club de Lages possui dois terrenos conjugados. Um de 90 mil m², doado pela prefeitura em 1983, como último ato do prefeito Celso Anderson de Souza; e outro de 13 mil m², comprado pela associação em 1970.

 

 


Foto: Begair Godóy

Comentários

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha. Caso não tenha cadastro, clique aqui. | Esqueci minha senha >>

  • (*) Campos obrigatórios.

Últimos Comentários