Serra Catarinense. Terça-feira, 03 de Maio de 2016
Anuncie Classificados Correio Lageano Festa do Pinhão 2016
Instituto José Paschoal Baggio
Anuncie Essencial Correio Lageano
EM CARTAZ
ÁREA DO ASSINANTE

Área de acesso restrito aos assinantes do Jornal Correio Lageano:



Esqueci minha senha

Central do Assinante Correio Lageano (49) 3251-8200
Correio Lageano

Redação: 49 3221 3344
redacao@correiolageano.com.br

Comercial: 49 3221 3322
comercial@correiolageano.com.br

Participe da Revista Essencial Corrreio Lageano

:: 29/05/2012 | Saúde

Confirmado o primeiro caso de gripe A em Lages

Confirmado o primeiro caso de gripe A em Lages

Texto:

Lages, 29/05/2012, CLMais, por Suzani Rovaris, com informações da Vigilância Epidemiológica de Lages


 

O primeiro caso de gripe A (H1N1), em Lages,  foi confirmado pela Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina, na tarde desta segunda-feira (28). A paciente é uma mulher de 53 anos. Ela foi internada no Hopital Tereza Ramos , na última quinta-feira (24), com sintomas de uma gripe comum, entre eles dores no corpo, na cabeça e febre.

 

 

 O material coletado foi encaminhado ao Laboratório Central (Lacen), em Florianópolis, que nesta segunda (28), atestou a contaminação pelo vírus Influenza, tipo A

 

 

A paciente, que não teve a identidade revelada, não corre risco de morte. Ela foi medicada com Tamiflu, recebeu alta e está sendo monitorada pela Vigilância Epidemiológica de Lages. Seus familiares também foram medicados e estão sendo acompanhados.

 

 

Até está segunda-feira, 52 casos de gripa A foram confirmados em Santa Catarina. Quatro pessoas morreram: uma em Itajaí, outra em Blumenau e duas em Rio do Sul.

 

 

 

Ainda dá tempo de se vacinar

 

 

A vacinação contra a gripe A foi prorrogada até esta sexta-feira (1º de junho). Quem não se preveniu, ainda tem tempo.

 

 

A Vigilância Epidemiológica de Lages informou que menos de 20 mil pessoas receberam a vacina até a manhã desta terça (29). Faltam imunizar 540 crianças, 680 gestantes e quatro mil idosos. A Vigilãncia considera os números alarmantes.

 

 

"Todos têm o direito de receber a vacina, que é gratuita. As pessoas precisam se conscientizar que é necessário fazer a vacina contra a gripe A" , fala a diretora da Vigilância em Saúde do município, Odila Waldrich.

 

 

Quem sentir sintomas como febre, cansaço, dores musculares pelo corpo, dores na cabeça e na garganta, tosse seca, diarreia e vômito, deve imediatamente procurar um médico e passar por exames.

 

 

Foto: Arquivo CL


    Assine o CL Online

    Comentários

    Para comentar esta notícia entre com seu e-mail e senha de assinante. Caso não seja assinante, clique aqui. | Esqueci minha senha >>

    • (*) Campos obrigatórios.

    Últimos Comentários