Serra Catarinense. Quinta-feira, 24 de Julho de 2014
CL+
EM CARTAZ
ÁREA DO ASSINANTE

Área de acesso restrito aos assinantes do Jornal Correio Lageano:



Esqueci minha senha

Central de Vendas Correio Lageano (49) 3251-8200
Correio Lageano

Redação: 49 3221 3344
redacao@correiolageano.com.br

Comercial: 49 3221 3322
comercial@correiolageano.com.br

:: 15/04/2012 | Esportes

Atlético Paranaense busca em Lages novos talentos para categorias de base

Atlético Paranaense busca em Lages novos talentos para categorias de base

Texto:

Lages, 16/04/2012, Correio Lageano

 

 


Por intermédio da ADR Camões Futsal, o Atlético Paranaense promoveu uma seletiva (peneirão) de meninos nascidos entre 1995 e 2000. A seleção reuniu 200 meninos de várias cidades e foi realizada no Estádio Municipal, no Sagrado Coração de Jesus.

 

 


Durante dois dias (sexta-feira e sábado), o observador técnico do time paranaense, Osnildo Kistner, avaliou a qualidade técnica dos meninos, além de aspectos físico e tático. O objetivo foi encontrar novos talentos para as categorias de base do clube paranaense.

 

 


Num primeiro momento, foram escolhidos jogadores que se enquadram no perfil do Atlético e que possuem bons padrões técnicos. Depois, os selecionados serão monitorados através de dois núcleos, um em Lages e outro em Correia Pinto.

 

 


O presidente do conselho fiscal da ADR Camões, João Olíbio Silva, destacou a importância do peneirão. “Foi uma oportunidade ímpar que foi dada aos jovens que sonham com a carreira profissional no futebol”, disse.

 

 


A lista dos selecionados foi divulgada no final da tarde de sábado, mas o CL não teve acesso a ela. Kistner explicou que é que não há um número exato de jogadores que deve passar pela segunda etapa.

 

 


Pedro Vitor, de 15 anos, foi um dos meninos que participou do peneirão. Ele joga de meia-atacante e, assim como os demais meninos que participaram da seletiva, ele sonha em ser jogador profisisonal.

 

 


“Desde pequeno, sempre sonhei em ser jogador profissional e este teste é uma primeira oportunidade que tenho”, disse o jovem, que joga bola desde os seis anos de idade.
Atualmente, segundo Kistner, o Furacão tem 120 meninos de várias regiões do Brasil jogando nas categorias de base do time, em Curitiba (PR).

 

 


Foto:Adecir Morais

Comentários

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha. Caso não tenha cadastro, clique aqui. | Esqueci minha senha >>

  • (*) Campos obrigatórios.

Últimos Comentários