Serra Catarinense. Terça-feira, 24 de Maio de 2016
Anuncie Classificados Correio Lageano Festa do Pinhão 2016
Instituto José Paschoal Baggio
Anuncie Essencial Correio Lageano
EM CARTAZ
ÁREA DO ASSINANTE

Área de acesso restrito aos assinantes do Jornal Correio Lageano:



Esqueci minha senha

Central do Assinante Correio Lageano (49) 3251-8200
Correio Lageano

Redação: 49 3221 3344
redacao@correiolageano.com.br

Comercial: 49 3221 3322
comercial@correiolageano.com.br

Mídia Kit diversar formas de anunciar

:: 08/12/2011 | Polícia

Funcionário da prefeitura leva dois tiros

Texto:

Cerro Negro, 9/12/2011, Correio Lageano

 

 

Está internado no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres (HNSP), em Lages, o funcionário público da prefeitura, João Sinvaldo Corrêa de Liz, de 45 anos. Ele foi atingido com dois disparos de arma de fogo na noite da última quarta-feira (7), defronte de sua casa, no perímetro urbano da cidade. João trabalha como tratorista na Secretaria de Agricultura. A polícia investiga o caso.

 

 

Segundo informações da Polícia Militar (PM) do município, a vítima foi alvejada com cinco tiros quando chegava em casa, logo após descer do veículo. Dois disparos acertaram a vítima, um no abdômen e outro na coxa direita. O autor seria um homem que fugiu em seguida. A tentativa de assassinato ocorreu por volta das 22h50min.

 

 

No carro estava ainda a esposa de João, que nada sofreu. A vítima foi socorrida por uma viatura da PM. No caminho entre Cerro Negro a Campo Belo do Sul, contudo, os policiais encontraram o Samu, que estava se deslocando para prestar o atendimento. A ambulância socorreu a vítima e a trouxe para Lages.

 

 

Segundo informações do PM soldado Branco, de Cerro Negro, João trabalha de tratorista na Secretaria de Agricultura. O policial disse que a vítima voltava de um circo, instalado no município, com a esposa. “Ele (João) disse que quem atirou era um homem de estatura baixa e de cor branca”, relatou o policial.

 

 

A polícia suspeita que o crime pode ter sido motivado por vingança. Segundo afirma o soldado Branco, João é acusado de ter matado um homem há pelos menos três anos em Cerro Negro. Ele já teria sido julgado e condenado pelo crime e está cumprindo pena em regime aberto.
Sobre as condições da vítima, o soldado lembrou que, apesar dos ferimentos, a vítima encontrava-se lúcida e orientada enquanto estava sendo transportado pela viatura da PM. “Apesar disso, com o passar do tempo, a gente via que ele piorava e perdia muito sangue”, lembrou.

 

 

Nesta quinta (8), nossa equipe tentou ouvir a Polícia Civil de Cerro Negro, mas ninguém atendeu. Já o estado de saúde da vítima não foi informado pelo HNSP.

    Assine o CL Online

    Comentários

    Para comentar esta notícia entre com seu e-mail e senha de assinante. Caso não seja assinante, clique aqui. | Esqueci minha senha >>

    • (*) Campos obrigatórios.

    Últimos Comentários