Serra Catarinense. Quinta-feira, 24 de Julho de 2014
CL+
EM CARTAZ
ÁREA DO ASSINANTE

Área de acesso restrito aos assinantes do Jornal Correio Lageano:



Esqueci minha senha

Central de Vendas Correio Lageano (49) 3251-8200
Correio Lageano

Redação: 49 3221 3344
redacao@correiolageano.com.br

Comercial: 49 3221 3322
comercial@correiolageano.com.br

:: 09/02/2011 | Economia

Município busca alternativas para geração de emprego e renda

Município busca alternativas para geração de emprego e renda

Texto:

Correia Pinto, 10/09/2011, Correio Lageano


Um novo segmento começa a se destacar no município. É o setor têxtil que cada vez mais vem oferecendo oportunidade de emprego e renda à população. Hoje, a única empresa do ramo gera mais de 100 vagas de trabalho.

 

Trata-se da empresa Pematexx Malharia, de Blumenau, que hoje gera 110 postos de trabalho, absorvendo basicamente mão de obra feminina. A unidade está em operação desde 2009. Produz de 3 a 5 mil peças de roupas da coleção de moda masculina e feminina, como moletons, camisetas e blusas.

 

Segundo a coordenadora de produção de empresa, Izolete Maçaneiro, a unidade quer ampliar a produção e a oferta de emprego. “Ainda este ano queremos investir em novas linhas de produção. Com isso, pretendemos praticamente dobrar a oferta de vagas”, informa, destacando que até agora a empresa investiu mais de R$ 1 milhão em suas instalações.

 

O prefeito Vânio Forster destaca a participação do município na concepção da empresa. Segundo ele, como forma de incentivo, a prefeitura paga o aluguel das instalações da malharia, que funciona em um barracão atrás do Sindicato dos Papeleiros, próximo ao Fórum.

 

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, Correia Pinto tem hoje 500 empresas dos mais variados ramos, gerando cerca de 3,5 mil postos de trabalho, além do setor público que emprega cerca de 600 funcionários. Ainda segundo o IBGE, o rendimento dos trabalhadores é em média 3,5 salários mínimos.

 

Segundo dados da Secretaria Municipal de Finanças, as indústrias que mais geram riqueza no município, do ponto de vista de retorno do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que em 2010 representou cerca de R$ 7 milhões, são a Kimberly e a Klabin. A primeira é responsável por cerca de 30% do volume do tributo, contra 23% da segunda.

 

 

Comportamento


Empregos: Correia Pinto oferece hoje cerca de 3,5 mil postos de trabalho. O rendimento médio do trabalhador é de 3,5 salários mínimos.

 

Empresas: Existem cerca de 500 unidades dos mais variados ramos em operação.

 

Arrecadação: O município arrecadou, em 2010, cerca de R$ 7 milhões de ICMS

 

 

Apenas 81 empregos gerados em 2010

 

A Pematexx vem em boa hora à população, já que a oferta de novos postos de trabalho na cidade ainda é pequena em comparação a outras cidades da região.

 

Tirando o setor público que oferece cerca de 600 empregos, o setor florestal é que mais oferece emprego no município. Um exemplo de que a oferta continua dependente da Klabin, empresa que mais oferece vagas na cidade.

 

De acordo com dados do Ministério do Trabalho, em 2010 Correia Pinto gerou apenas 81 vagas de trabalho. Enquanto isso, o município de Otacílio Costa, por exemplo, que tem praticamente o mesmo porte, criou 538 vagas, 457 a mais.

 

O prefeito Vânio Forster diz que a prefeitura vem fazendo o que pode para atrair novos empregos, mesmo assim ele admite que a prefeitura precisa melhorar os incentivos para novas empresas se instalarem no município. “Isso deve acontecer com todos os municípios da região”, diz.

 

Dentre as medidas que ele considera necessárias para atrair mais empresas para o município, diz que pretende reavaliar a questão da oferta do terreno para o empreendedor que quer se instalar no município do ponto de vista do tamanho do imóvel. Admite ainda criar leis de incentivo fiscais, por exemplo.

 

Foto: Adecir Morais

Comentários

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha. Caso não tenha cadastro, clique aqui. | Esqueci minha senha >>

  • (*) Campos obrigatórios.

Últimos Comentários