Serra Catarinense. Sábado, 18 de Novembro de 2017
Anuncie Classificados Correio Lageano
Instituto José Paschoal Baggio
Anuncie Essencial Correio Lageano
EM CARTAZ
ÁREA DO ASSINANTE

Área de acesso restrito aos assinantes do Jornal Correio Lageano:



Esqueci minha senha

Central do Assinante Correio Lageano (49) 3251-8200
Correio Lageano

Redação: 49 3221 3344
redacao@correiolageano.com.br

Comercial: 49 3221 3322
comercial@correiolageano.com.br

:: 13/11/2017 | Serra Catarinense

Acadêmicos podem ajudar a fiscalizar obras e licitações

Acadêmicos podem ajudar a fiscalizar obras e licitações

Texto:

Lages, 14/11/2017, Correio Lageano

 

Projeto Engenheiro Cidadão é voltado para acadêmicos do curso de engenharia e arquitetura 

 

Obras e licitações que envolvam o poder público de Lages poderão ser fiscalizados por acadêmicos da Uniplac. O projeto Engenheiro Cidadão, direcionado para os acadêmicos do curso de Engenharia e Arquitetura, busca voluntários para auxiliar no trabalho realizado pelo Observatório Social. 

 


Juntamente com os voluntários do observatório e de professores da universidade, os acadêmicos irão conhecer na prática os processos licitatórios,  analisando projetos, editais e  especificações técnicas,  quantitativos de planilhas orçamentárias, entre outros aspectos técnicos cruciais para a qualidade das obras.

 


Segundo o presidente do Observatório Social, o engenheiro civil e professor universitário Fabiano Ventura dos Santos, um estudo feito por comissão especial, criada no Senado no ano de 2016, para estudar a situação de obras inacabadas no Brasil, apontou que 38% das paralisações de obras no país acontece por motivos técnicos, ou seja, problemas que deveriam ser corrigidos ainda na fase de licitação.

 


“Problemas como especificações com falhas, números irreais, divergências entre os projetos e as peças técnicas que o acompanham, assim como a ausência de alvarás,  entre outros, podem ser dirimidos por meio de análises e verificações mais aprofundadas”, afirma o engenheiro. 

 


Para Fabiano todas as partes só tem a ganhar com o projeto. “Ganham os acadêmicos, que vão ganhar a vivência prática e trabalhar com projetos reais, ganha a universidade que formará profissionais bem  mais preparados.” 

 

 

Estudantes avaliam que projeto será benéfico

Na Universidade a recepção do projeto Engenheiro Cidadão é positiva como elo de fortalecimento do conhecimento prático que ele propiciará. Para o coordenador do curso de Engenharia Civil da Uniplac, o projeto será importante porque os alunos estarão envolvidos com a parte prática do curso, já que estarão analisando projetos, “mas o fato de que estarão exercendo o direito de cidadão de acompanhar os atos da administração pública, certamente é um diferencial”, afirma o professor e também engenheiro.

 


Opinião_ O ex-aluno, recém formado, o engenheiro Jeferson Lorensett um, dos voluntários do projeto também acredita que a metodologia posta vem para ajudar a todos. “ Os acadêmicos além de atuar em prol da sociedade, estarão analisando projetos e planilhas reais, com isso adquirindo experiências para que não ocorra os mesmos erros no futuro”, ele afirma. O projeto, que funcionará como projeto de extensão dos cursos de exatas da Uniplac,  terá suas primeiras reuniões na próxima quinzena.

 

 

Fabiano Ventura / Divulgação

    Assine o CL Online

    Comentários

    Para comentar esta notícia entre com seu e-mail e senha de assinante. Caso não seja assinante, clique aqui. | Esqueci minha senha >>

    • (*) Campos obrigatórios.

    Últimos Comentários