Serra Catarinense. Terça-feira, 21 de Novembro de 2017
Anuncie Classificados Correio Lageano
Instituto José Paschoal Baggio
Anuncie Essencial Correio Lageano
EM CARTAZ
ÁREA DO ASSINANTE

Área de acesso restrito aos assinantes do Jornal Correio Lageano:



Esqueci minha senha

Central do Assinante Correio Lageano (49) 3251-8200
Correio Lageano

Redação: 49 3221 3344
redacao@correiolageano.com.br

Comercial: 49 3221 3322
comercial@correiolageano.com.br

:: 10/09/2017 | Polícia

Suspeita é que queda tenha sido proposital

Suspeita é que queda tenha sido proposital

Texto:

Urubici, 11/09/2017, Correio Lageano, por Adecir Morais

 

A esposa disse à polícia que o marido tinha ciúmes dela. O casal teve uma briga no mesmo dia da ocorrência 

 

 

Conhecida pelas belas paisagens, a Cascata do Avencal, em Urubici, na Serra, foi palco de uma tragédia familiar neste fim de semana. Um pai e dois filhos, de 2 e 4 anos de idade, morreram após o carro em que estavam cair em queda livre de uma altura de, aproximadamente, 100 metros. A Polícia Civil investiga o caso. A suspeita é que o homem tenha jogado o carro no penhasco de propósito.

 


O fato aconteceu por volta das 19h30 de sábado (09). Funcionárias da cascata relataram que viram o carro caindo e escutaram um estrondo. Os bombeiros foram chamados e encontraram o Escort, placas de Urussanga, totalmente destruído. No veículo, estavam o motorista, Rafael Mattei Estevão, de 27 anos, e os dois filhos, Romeu e Rômulo.

 


O automóvel caiu em um local de díficil acesso, a poucos metros da queda d’água da cascata. Moradores ajudaram no socorro às vítimas, que moravam em Orleans, no Sul do Estado. O resgate durou cerca de 1h30.

 


Os moradores Oilson Pereira, de 45 anos, e Ronei Machado Pereira, 32, que residem perto do local dos fatos, ajudaram a remover as vítimas. “Foi terrível. O carro caiu com as rodas para cima”, contou Oilson, dizendo que ficou chocado ao ver as crianças mortas. 

 

 

Homem invadiu propriedade particular

A Cascata do Avencal é um dos principais pontos turísticos de Urubici. Neste domingo (10), o carro continuava no local, cujo acesso se dá apenas por uma trilha, pela parte de baixo da cascata. A estrada que foi usada pelo motorista passa na parte de cima. O casal de turistas, Valmir César Nogueira e Joana Kadlubiski, veio de Curitiba (PR) e visitava a cascata, neste domingo. Ao saber o que havia acontecido, disse que ficou chocado. Enquanto fotografava o que sobrou do veículo, Valmir conversava com a reportagem buscando entender o que tinha acontecido.

 


Nota_ O Parque Cascata do Avencal, que fica próximo ao local onde o carro despencou, emitiu uma nota informando que “alguns funcionários estavam na sede da empresa e perceberam que um senhor abriu a porteira da propriedade vizinha [que estava sozinha], entrou com um carro e se dirigiu em direção ao cânion da cascata.

 


A nota diz que, “ao parar para abrir a porteira, o motorista deixou seus documentos naquele local, já premeditando o que iria fazer. Em seguida, acelerou [o carro] e foi escutado um grande estrondo, momento em que a proprietária acionou os bombeiros. O Parque, diz a nota, “preza pela segurança de seus turistas e o que houve foi um acidente premeditado e com entrada fora de sua propriedade.”

 

 

Delegado diz que homem teve uma briga com a esposa

A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o caso. Conforme o delegado responsável pelas investigações, Jackson Guasselli, Rafael saiu de casa na manhã de sábado, depois de pegar os dois filhos na casa da avó materna, enquanto a esposa dele foi trabalhar, em Orleans, no Sul Catarinense, onde a família morava. De acordo com o delegado, a esposa de rafael contou que o casal teve um “desentendimento” horas antes dos fatos, e que ele tinha ciúmes de ela estar num novo emprego.

 

Apesar disso, o policial declarou que ainda não é possível afirmar que o homem jogou de propósito o carro no penhasco, com o objetivo de se matar com os filhos.
O delegado disse que pretende ouvir mais familiares para apurar os fatores que levaram Rafael a jogar o carro no precipício. “Queremos entender o motivo, por que levou as crianças com ele e por que escolheu aquele lugar para fazer isso? Acredito que ele queria chamar a atenção de alguém da família.”

 


Guasselli informou, ainda, que Rafael conhecia Urubici, era uma pessoa “solitária” e não tinha “bom convívio” com seus pais. Na página do Facebook dele, aparecem duas crianças, possivelmente Romeu e Rômulo, com máscaras de super-herói. Logo abaixo, uma internauta escreveu: “Anjos! Estão com Jesus...”

 

 

Quer vender? Aqui tem + Classificados. Anuncie grátis!

 

Fotos: Adecir Morais/Divulgação

 

    • Suspeita é que queda tenha sido proposital
    • Suspeita é que queda tenha sido proposital
    Assine o CL Online

    Comentários

    Para comentar esta notícia entre com seu e-mail e senha de assinante. Caso não seja assinante, clique aqui. | Esqueci minha senha >>

    • (*) Campos obrigatórios.

    Últimos Comentários