Serra Catarinense. Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017
Anuário Lages em Desenvolvimento 2015 | 2016
Instituto José Paschoal Baggio
Anuncie Essencial Correio Lageano
EM CARTAZ
ÁREA DO ASSINANTE

Área de acesso restrito aos assinantes do Jornal Correio Lageano:



Esqueci minha senha

Central do Assinante Correio Lageano (49) 3251-8200
Correio Lageano

Redação: 49 3221 3344
redacao@correiolageano.com.br

Comercial: 49 3221 3322
comercial@correiolageano.com.br

:: 19/06/2017 | Serra Catarinense

Caminhões prejudicam trânsito no Bairro São Miguel

Caminhões prejudicam trânsito no Bairro São Miguel

Texto:

Lages, 20/06/2017, Correio Lageano, por Camila Paes

 

Há cerca de 20 dias, caminhão trancou totalmente a via. Motoristas deixaram veículos parados e seguiram a pé.


Na Rua Bernardo Gonçalves Kuster, no Bairro São Miguel, em Lages, moradores têm reclamado do tráfego intenso de caminhões na via. Isso, porque no local há uma distribuidora de combustíveis e os veículos passam por ali para abastecer.


Os moradores relatam que é comum os caminhões estacionarem na via, o que prejudica o trafego de outros veículos, que precisam desviar e transitar na contramão. Porém, também relatam que a empresa fez mudança nos horários de atendimento e os caminhões passaram a transitar no período noturno.


Há cerca de 20 dias, um caminhão trancou os dois lados da via. Carros foram deixados estacionados e as pessoas seguiram a pé. O caso aconteceu ao meio-dia, horário de pico.


Os registros feitos por uma pessoa que trabalha na região e que preferiu não se identificar, mostram veículos parados e o caminhão no meio da via. O gerente da empresa, Guilherme Rusche, relata que este foi um caso isolado e que não aconteceu na empresa, mas sim no pátio de manobra de outra empresa.


Ele explica que o trancamento da rua não foi proposital, já que o caminhão estava manobrando e que o empasse foi resolvido rapidamente. Os responsáveis pela empresa do caminhão que estava realizando a manobra não foram encontrados para prestar mais esclarecimentos.


Guilherme também explica que a empresa orienta que os caminhões que chegam para reabastecer, sejam estacionados no pátio. Porém, há aqueles que optam por parar na rua e a empresa não tem como chamar a atenção. No pátio cabem cerca de 100 veículos e a empresa trabalha durante 24 horas.


A Prefeitura de Lages informou que tem aplicado multas nos motoristas que desrespeitam as leis de trânsito e que, também, é feita fiscalização rotineiramente. Para tratar sobre o assunto, está agendada reunião com a empresa e a Diretoria de Trânsito (Diretran), para que sejam acertados detalhes sobre o trafego e estacionamento na via.

 

Foto: Camila Paes

    Assine o CL Online

    Comentários

    Para comentar esta notícia entre com seu e-mail e senha de assinante. Caso não seja assinante, clique aqui. | Esqueci minha senha >>

    • (*) Campos obrigatórios.

    Últimos Comentários