Serra Catarinense. Sábado, 24 de Junho de 2017
Celinho Casas do Araucária
Instituto José Paschoal Baggio
Anuncie Essencial Correio Lageano
EM CARTAZ
ÁREA DO ASSINANTE

Área de acesso restrito aos assinantes do Jornal Correio Lageano:



Esqueci minha senha

Central do Assinante Correio Lageano (49) 3251-8200
Correio Lageano

Redação: 49 3221 3344
redacao@correiolageano.com.br

Comercial: 49 3221 3322
comercial@correiolageano.com.br

Participe da Revista Essencial Corrreio Lageano

:: 19/06/2017 | Serra Catarinense

Caminhões prejudicam trânsito no Bairro São Miguel

Caminhões prejudicam trânsito no Bairro São Miguel

Texto:

Lages, 20/06/2017, Correio Lageano, por Camila Paes

 

Há cerca de 20 dias, caminhão trancou totalmente a via. Motoristas deixaram veículos parados e seguiram a pé.


Na Rua Bernardo Gonçalves Kuster, no Bairro São Miguel, em Lages, moradores têm reclamado do tráfego intenso de caminhões na via. Isso, porque no local há uma distribuidora de combustíveis e os veículos passam por ali para abastecer.


Os moradores relatam que é comum os caminhões estacionarem na via, o que prejudica o trafego de outros veículos, que precisam desviar e transitar na contramão. Porém, também relatam que a empresa fez mudança nos horários de atendimento e os caminhões passaram a transitar no período noturno.


Há cerca de 20 dias, um caminhão trancou os dois lados da via. Carros foram deixados estacionados e as pessoas seguiram a pé. O caso aconteceu ao meio-dia, horário de pico.


Os registros feitos por uma pessoa que trabalha na região e que preferiu não se identificar, mostram veículos parados e o caminhão no meio da via. O gerente da empresa, Guilherme Rusche, relata que este foi um caso isolado e que não aconteceu na empresa, mas sim no pátio de manobra de outra empresa.


Ele explica que o trancamento da rua não foi proposital, já que o caminhão estava manobrando e que o empasse foi resolvido rapidamente. Os responsáveis pela empresa do caminhão que estava realizando a manobra não foram encontrados para prestar mais esclarecimentos.


Guilherme também explica que a empresa orienta que os caminhões que chegam para reabastecer, sejam estacionados no pátio. Porém, há aqueles que optam por parar na rua e a empresa não tem como chamar a atenção. No pátio cabem cerca de 100 veículos e a empresa trabalha durante 24 horas.


A Prefeitura de Lages informou que tem aplicado multas nos motoristas que desrespeitam as leis de trânsito e que, também, é feita fiscalização rotineiramente. Para tratar sobre o assunto, está agendada reunião com a empresa e a Diretoria de Trânsito (Diretran), para que sejam acertados detalhes sobre o trafego e estacionamento na via.

 

Foto: Camila Paes

    Assine o CL Online

    Comentários

    Para comentar esta notícia entre com seu e-mail e senha de assinante. Caso não seja assinante, clique aqui. | Esqueci minha senha >>

    • (*) Campos obrigatórios.

    Últimos Comentários